Destaque

Items filtered by date: Segunda, 28 Julho 2014

Nesta edição, serão oferecidas 40 bolsas no valor de 350 reais por mês. Os inscritos entregaram a documentação na última semana e aguardam o resultado da seleção

A prefeitura de Caldas Novas recebeu 257 inscrições para a segundo edital de seleção do Bolsa Universitária Municipal, programa realizado por meio da Secretaria de Ação Social, com o objetivo de promover o acesso da população carente a cursos de nível superior.

Para o prefeito Evandro Magal (PP), a intenção da prefeitura de Caldas Novas é oferecer condições para que os estudantes com baixo poder aquisitivo possam se manter na faculdade. “Essa bolsa vai auxiliar muitas pessoas na realização de um curso superior, nosso maior objetivo é incentivar a capacitação profissional da população", disse o prefeito.

As inscrições terminaram no dia 10 de julho, e na última semana, todos os inscritos compareceram à Secretaria de Ação Social para efetuar a entrega de documentos exigidos para processo de seleção das bolsas.

O Secretário de Ação Social, Edmilson Novaes, contou que a próxima etapa será a avaliação dos candidatos. “A partir desta semana, uma equipe técnica formada por assistentes sociais, da Secretaria de Ação Social, e representantes da Secretaria de Educação de Caldas Novas, vão realizar visitas na casa de todos os inscritos, para a comprovação das informações socioeconômicas declaradas durante a inscrição”, contou.

Para ser beneficiado com a Bolsa Universitária, o estudante deverá pertencer a um grupo familiar com renda abaixo de 5 salários mínimos, ainda não ter feito um curso superior, e não ser beneficiário de outros projetos que ofereçam bolsas de estudo, como o ProUni, por exemplo. Os candidatos deverão estar matriculados na Faculdade Caldas Novas – Unicaldas, que é a única instituição superior com sede no município, e que possui convênio com o executivo municipal.

Lucas Henrique, estudante na Unicaldas, do 2º período do curso de Ciências Contáveis, está otimista quanto a uma vaga. Ele, que é vendedor no comércio de Caldas Novas, disse que receber a Bolsa Universitária significa uma oportunidade para a construção do futuro profissional.

Já o Analista de Recursos Humanos, Jefferson Takeda, 28 anos, estudante do 8º período de Direito da Unicaldas, ressaltou as dificuldades para arcar com as despesas de um curso superior. "É uma ajuda imprescindível, durante todo o período do nosso curso, os custos são sempre altos, de acordo com nosso orçamento. Às vezes, não sobra dinheiro nem mesmo para comprar os livros necessários a cada semestre", destacou o acadêmico.

Fonte: Secretaria de Comunicação de Caldas Novas (SECOM)

Published in Cidade

Hoje, por volta das 17:00 hs, a Polícia Civil de Caldas Novas, em sua constante atividade de investigação e repressão à contravenção de Exploração de Jogos de Azar, estourou um pequeno bingo situado na Rua D, Setor Nova Vila.

A diligência foi realizada pelos agentes da Unidade Policial, sob a coordenação do Delegado de Polícia Wllisses Valentim.

No local, situado numa residência locada unicamente para este fim, existiam diversas máquinas caça-níquel distribuídas pelos cômodos do imóvel.

As máquinas foram apreendidas e uma jovem, Caroline Leli, 20 anos, que tinha a incumbência de receber os apostadores, foi detida e conduzida à sede da Unidade Policial para as providências cabíveis.

A Polícia Civil de Caldas Novas, constantemente está trabalhando para coibir a prática de crimes e conta com a população para que denuncie.

Parabéns ao Delegado Wlisses Valentim e sua equipe.

Qualquer informação ligue para o Disque Denúncia 197.

Published in Policial

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Iporá, desencadeou, no dia 23 de julho, operação denominada de “Poderoso Chefão”, com o objetivo de combater o tráfico de drogas na região do oeste goiano. Ao todo, 102 policiais participaram da operação, que teve como foco as cidades de Caiapônia, Doverlândia e Palestina.

Segundo o delegado Ronaldo Leite, coordenador do GENARC, o objetivo inicial da ação era o cumprimento de 24 mandados de prisão preventiva e 36 de busca e apreensão. Além das três cidades tidas como alvos centrais da ação, a operação se estendeu também aos municípios de Aragarças, Piranhas, Iporá, Montividiu e Jataí. Por fim, foram cumpridos 20 mandados de prisão e 35 de busca.

Em Caipônia, foram presos Alessandro Balbino de Sousa, Daiane Silva Rodrigues, Elza Feitosa da Silva, João Pereira de Souza, Neucivone Valdelo Ribeiro e Sebastião Martins de Souza. Em Doverlândia, Andrea Oliveira dos Santos Felipe, Ismar Caetano da Silva, Evânio Vieira Lopes, Martilliano Raimundo dos Santos e Valcivon Pedro dos Santos.

Em Palestina de Goiás, foram detidos Marcelo Goulart Brendle e Paulo Rodrigues dos Santos. Em Piranhas, Adriano Aparecido Portilho Leite, Elson Gomes Portilha e Josilan Ferreira Morais. Em Iporá, Paulo Henrique Soares Oliveira e Maurina Domingues dos Santos. Neudson Carlos Pereira dos Santos e Sebastião Miguel Vargas Peres foram presos em Aragarças.

poderoso chefão2http://www.policiacivil.go.gov.br/wp-content/plugins/jquery-colorbox/images/zoom.png) 50% 50% no-repeat scroll transparent;">

Armas e munições

Durante a operação, ainda foi preso Cleiton Isidoro Borges Caetano, em Doverlândia, por estar na posse de um revólver calibre 38 com a numeração raspada. Foram também autuados em flagrante por porte de arma e tráfico de drogas, Evânio Vieira Lopes, Marcelo Goulart Brendle, Paulo Rodrigues dos Santos, Maurina Domingues dos Santos e Sebastião Martins de Souza, este último somente por porte de arma.

De acordo com Ronaldo Leite, a operação “Poderoso Chefão” somente foi viabilizada pela força tarefa organizada pela Polícia Civil, sobretudo pela 7ª Delegacia Regional de Polícia, que convocou todos os policiais disponíveis dentro da regional de Iporá, e pelo Departamento de Polícia Judiciária, que convocou os policiais civis das demais regionais envolvidas.

“Um agradecimento especial deve ser feito para a Delegacia de Polícia de Caiapônia, que cedeu seu espaço para a atuação do GENARC durante a execução da operação”, ressalta Ronaldo.

Texto: Flávia Guerra –  Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / GENARC / Posse

Published in Policial
​Policiais Civis de Caldas Novas prenderam neste sábado, dia 26 de Julho de 2014, por volta das 18h, numa oficina mecânica localizada no bairro Itanhangá I, em Caldas Novas, Mário Roberto Moreira, de 59 anos, conhecido como “Beto”.

​De acordo com as informações repassadas pelo Delegado Danilo Proto, Titular do GEPATRI de Rio Verde, Roberto era investigado por ser membro de uma quadrilha especializada na receptação de veículos, tratores e implementos agrícolas furtados/roubados, com prováveis vítimas na região de Rio Verde, GO, bem como no Estado de Minas Gerais.

​De posse de um mandado de prisão preventiva expedido pela Primeira Vara Criminal de Rio Verde, duas equipes de Agentes de Polícia de Caldas Novas, após a realização de uma campana em locais distintos da cidade, conseguiram localizar Mário no exato momento em que negociava a venda de um dos tratores, na cidade de Caldas Novas.

​Após a prisão de Mário, foram localizados e apreendidos dois tratores da marca Valmet, que por sua vez se encontravam num terreno baldio próximo a oficina.

​A operação ainda contou com o apoio de agentes de polícia do GENARC de Itumbiara que estavam na cidade.

​Além do cumprimento do mandado de prisão preventiva, que a seu turno retirou de circulação um indivíduo de alta periculosidade, será instaurada uma investigação para apurar a participação de outras pessoas no comércio ilegal de implementos agrícolas, e, principalmente, localizar os proprietários dos tratores apreendidos. 

Parabéns aos Delegados e Policiais de Caldas Novas e Itumbiara pelo belo trabalho em equipe.

 

Published in Policial