Destaque

Items filtered by date: Sexta, 25 Julho 2014

Hoje 25/07, no início da noite, após um assaltanto a um estabelecimento comercial da cidade e o bandido fugir em uma moto, a Polícia Militar  foi acionada e o Grupo de Patrulhamento Tático de Cristalina, juntamente com viaturas da área conseguiram localizar e cercar o indívíduo que resolveu disparar contra a guarnição do GPT. Diante da reação do assaltante, os Policiais revidaram ao fogo injusto, e acabaram por acertar  o bandido com dois tiros . O assaltante foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e já chegou morto ao  Hospital Municipal de Cristalina.

Published in Estado

Uma organização criminosa de Brasília foi surpreendida por policiais civis de Alto Paraíso, no dia 21 de julho, em um hotel de alto padrão do município. Wellington José Borges Filho, Taiane Ribeiro Ferreira, Lara Rodrigues Santana e Caio Dalbert Ribeiro Queiroz estavam na cidade para participar de uma rave, festival de música eletrônica.

Segundo o delegado Daniel Marcelino, a Polícia Civil foi chamada ao hotel para conter confusão causada pelo grupo no estabelecimento. Ao revistarem os veículos do grupo, os agentes começaram a achar objetos suspeitos, como cartões de crédito diversos e drogas. No quarto em que estavam, outra série de evidenciais de crime foi encontrada.

De acordo com as investigações, Caio e Wellington já possuem passagem na polícia, no Mato Grosso e no Distrito Federal, respectivamente. Existe a suspeita de que possa haver ligação entre eles e um traficante preso no festival de música. Caio teria dado carona ao homem preso anteriormente por fornecer drogas aos presentes na festa.

Entre os objetos encontrados com o grupo estão cartões e identidades falsificados, comprovantes de gastos com cartão no valor de R$8.958,61, R$1.782 em dinheiro, drogas, estojo de calibre.45 e diversos chips de operadas de celular. Indícios e documentos encontrados apontam também para prática de falsificação de códigos de barra.

Os quatro suspeitos foram enquadrados nos crimes de tráfico de drogas, estelionato, posse de arma de fogo de uso restrito, organização criminosa e lavagem de dinheiro e já foram encaminhados à cadeia pública, onde estão à disposição do Poder judiciário. A ação contou com a atuação dos escrivães Marcos, Alex Chagas, Raphael Guirra, e dos agentes Carlos Raphael e Edson.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Alto Paraíso

 

Published in Estado